A primeira vez ninguém esquece...

Subir ao palco para dançar ballet, pela primeira vez na vida, aos 44 anos de idade foi uma experiência inesquecível. Mais que isso: foi um exercício de superação, de humildade, de aceitação e de libertação muito grande. Comigo aconteceu depois de longos e deliciosos cinco anos de prática em sala de aula. Agora, na minha nova escola de ballet e já sob a orientação dedicada e profissional da minha professora e, hoje, parceira no Projeto de Ballet Adulto, Adriana Palowa, finalmente, minha hora de enfrentar o olhar do público tinha chegado. Os ensaios constantes, tarde da noite, em fins de semana e feriados, sempre driblando o horário do trabalho, foram uma prova de fogo. O ritmo era intenso e e

Posts recentes
Arquivo

CONECTE-SE

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • Twitter Clean

CADASTRE-SE

INFORMAÇÕES?

 

secretaria@bailarinasporquenao.com

WhatsApp: (61) 98299 3402

 

Bailarinas Por que Não?! - SHCS Quadra 503, Bloco B, Loja 25 - 70331-520, Brasília-DF