BPN em notícia                  

Porque a dança nos transforma...

 

Uma viagem ao mundo encantado dos Contos de Fadas. O Projeto Bailarinas Por que Não?! apresenta, nos próximos dias 9 e 10 de novembro, o espetáculo A Magia da Dança. A apresentação será no Teatro da Escola Parque 308 Sul  e reúne bailarinas adultas de várias idades  e em várias fases do aprendizado do ballet clássico e do neoclássico.

O espetáculo usa a figura das princesas e das fadas madrinhas para levar ao palco a realização do sonho de dançar sem medos, nem preconceitos. Em cena, os sentimentos e experiências da vida ganham dramaticidade e beleza com coreografias assinadas pela professora e bailarina clássica Adriana Palowa, e produção da jornalista e bailarina amadora Cláudia Bengtson.

Cada detalhe foi cuidadosamente pensado para que a plateia se sinta envolvida pela magia que vem da dança. Ao todo, são 58 participantes, 19 coreografias e uma performance surpresa, divididas em dois blocos. O primeiro é totalmente voltado para o clássico e o segundo, tem pitadas de neoclássico e jazz. O espetáculo tem a duração de 1h30, com um intervalo de dez minutos.

Assim como no ano passado, quando o Projeto colocou no palco mulheres maiores de 60 que jamais haviam dançado, este ano, um outro grupo de convidados, também composto por não bailarinos, reforça a proposta do Projeto BPN de que a dança é democrática e transforma as pessoas.

A Magia da Dança

Terceiro espetáculo do Projeto de Ballet Adulto Bailarinas Por que Não?!

Dias 9 e 10 de novembro (sexta e sábado), às 20h30, no Teatro da Escola Parque 308 Sul

Meia entrada antecipada a R$ 40,00 (dinheiro ou cheque), na Encantos do Ballet (EQS 302/303 – Fashion Mall. Fone: 3322 1705), com a doação de um produto de limpeza na entrada do teatro

Na bilheteria, nos dias de espetáculo, meia entrada a R$ 45,00, também com a doação de um produto de limpeza

Concepção e direção geral: Adriana Palowa e Cláudia Bengtson

 
 
Novidade BPN: Silver Class, ballet iniciante para alunos maiores de 60!

A idade não pode ser limitadora da realização de sonhos! Pensando nisso, o Projeto Bailarinas Por que Não?! criou a Silver Class, aulas de ballet iniciante para mulheres e homens maiores de 60 anos. Descubra seu potencial num ambiente totalmente voltado para você, com o cuidado que você merece e sob a orientação da professora, coreógrafa e diretora artística do Projeto Bailarinas Por que Não?!, Adriana Palowa.

Aqui, você será levada(o) a sério e vai conhecer o ballet de verdade, desde os primeiros fundamentos, porque aluno não tem idade. Você não precisa ter conhecimento algum da técnica, apenas a vontade e a mente aberta. Seu corpo é um lindo instrumento, capaz de executar movimentos belíssimos, com toda a harmonia e suavidade. No Projeto Bailarinas Por que Não?!, você não compete com ninguém. Somos uma grande família e crescemos juntos, cada qual no seu passo. Porque a gente acredita na plenitude e na beleza em qualquer fase da vida. Junte-se a nós!

Silver Class, ballet iniciante para maiores de 60.

Todos os sábados, a partir de 3 de fevereiro, das 14h às 15h, na sala 15 da Escola Parque 308 Sul

Se você não tem roupas para ballet, use uma legging, ou short de malha e uma camiseta; prenda os cabelos e use meias soquete.  Para informações sobre mensalidades e planos, envie um e-mail para secretaria@bailarinasporquenao.com, ou fale com a gente pelo telefone 98299-3402.

Venha fazer uma aula experimental sem compromisso!

Toda a emoção do movimento

Passos nem sempre perfeitos, mas carregados de muita emoção. Quem assistir ao espetáculo Além do Olhar, o segundo do projeto de ballet adulto Bailarinas Por que Não?!, vai experimentar a beleza do movimento traduzido nos corpos de mulheres de várias idades, cada qual com sua carga de vida, com sua beleza, com sua história.

 

A proposta do espetáculo é quebrar tabus e estereótipos e levar ao palco a dança democrática, sem limites ou amarras. O ballet clássico é a base da apresentação de 1h20 de duração, que reúne também coreografias de neoclássico e com uma pegada jazzística.

Além do Olhar é resultado do trabalho de muita dedicação da professora e coreógrafa Adriana Palowa, diretora-artística da Escola BPN de Ballet Adulto, e da jornalista, produtora e fundadora do Projeto Bailarinas Por que Não?!, Cláudia Bengtson, com participação da professora de ballet Camilla Cavalcante e do Grupo de Ballet Adulto Bailarinas Por que Não?!, o carro-chefe do Projeto, que há dois anos vem se apresentando em Brasília em espetáculos beneficentes e em festivais de dança também fora da capital federal.

São 14 coreografias divididas em dois blocos. A apresentação deste fim de semana é, na verdade, um convite aberto a todos aqueles que se deixam levar pela melodia da música e que veem o corpo como um instrumento lindo e perfeito por si só.

- - -

Além do Olhar – dias 27 e 28 de outubro, no Teatro da Escola Parque 308 Sul.

 

Ingressos antecipados na loja Encantos do Ballet – Fashion Mall EQS 302/3, a R$ 30,00 a meia, com a doação de um produto de limpeza, ou na bilheteria do Teatro, a meia a R$ 35,00, também com a doação de um produto de limpeza.

 

Junte-se a nós e prestigie nosso trabalho! 

BAILARINAS POR QUE NÃO?! & LUIS RUBEN GONZALEZ

Workshop com o bailarino e professor cubano marca o início de uma parceria que promete

Com 18 anos de carreira profissional, o bailarino e professor cubano Luis Ruben Gonzalez não abre mão da disciplina e do profissionalismo, mesmo quando se trata de bailarinos amadores que começaram a dançar na idade adulta.

 

Luis Ruben é o primeiro convidado da série de workshops do projeto de ballet adulto Bailarinas Por que Não?!. As aulas acontecem nos dias 22 e 23 de julho, das 9h, às 13h30, na sala 15 da Escola Parque 308 Sul, para os níveis iniciante, intermediário e pas de deux.

 

Em se tratando de ballet adulto, Ruben garante que o maior desafio é atingir as expectativas de cada aluno e o maior prazer é ver a mudança que o ballet faz na vida dessa pessoa. “É muito importante e gratificante para o professor atingir o aluno individualmente, sem expectativas de um grupo profissional; sem expectativas de ser tecnicamente, artisticamente perfeito. Estou muito feliz; muito empolgado de trabalhar com o Projeto Bailarinas Por que Não?! porque o público adulto está em sala de aula porque quer, porque ama, porque quer compartilhar sentimentos”, destaca o bailarino.

 

Nascido em Santa Clara, Luis Ruben Gonzalez começou a dançar aos 9 anos de idade. Em 1999, de posse do diploma de bailarino-professor pela Escola Nacional de Ballet de Havana, ingressou na Companhia de Ballet Clássico de Camaguey e se tornou primeiro bailarino do grupo. Ao longo de sua carreira, trabalhou ao lado de várias personalidades do mundo da dança, como Ivan Alonso, de Cuba; Márcia Rolon, do Brasil; Irene Schneider, da Alemanha; Li Yamin, da China; Ciril Atanassof, da França, e Rose, da Espanha.

 

O sucesso de Luis Ruben no Brasil, além de seu talento e qualidade técnica, está diretamente ligado ao fato de cubanos e brasileiros serem bastante parecidos.  “Tive a facilidade de ter me formado na Escola Cubana. Fernando e Alicia Alonso desenvolveram , por meio de pesquisas e viagens, e estudando outros métodos como o russo, a metodologia adaptada ao corpo cubano, que é muito parecido com o corpo brasileiro.

PORQUE DANÇAR É PARA TODOS...

O Grupo amador de Ballet Adulto Bailarinas Por que Não?! é um dos convidados da Escola Luciana Bim Pilates Corpo e Dança para o espetáculo Sim, você pode dançar!, no próximo sábado, às 20h, no Teatro La Salle da 906 Sul.

 

Com direção geral de Luciana Bim; roteiro de Flávia Guerreiro e produção de Camilla Lopes, o espetáculo promete levar ao palco a história de Maria, uma mulher de 60 anos  que guardou o sonho de ser bailarina por toda a sua vida.

 

Numa noite de reflexão, a personagem começa a imaginar como teria sido sua trajetória se a dança tivesse sido sua companheira ao longo da vida. Maria começa, então, a recordar alguns desses momentos, como se sua vida fosse um espetáculo de dança, embalado por um repertório que vai do clássico ao pop.

 

SEM PRECONCEITO - Prestes a completar seu segundo aniversário, o Grupo Bailarinas Por que Não?! vem acumulando participações em diversos espaços beneficentes e culturais de Brasília e de São Paulo. Dirigido pela professora, bailarina e coreógrafa Adriana Palowa, o grupo leva o mesmo nome do projeto fundado pela jornalista e produtora cultural Cláudia Bengtson para quebrar o tabu de quem pode ou não dançar ballet.

 

Na montagem deste sábado, o grupo apresenta Valsa das Flores (foto), de O Quebra Nozese Mazurka, de Coppelia, duas coreografias do programa do espetáculo BALLERINANDO, o primeiro com a assinatura do Projeto, para o qual a Escola Luciana Bim foi convidada, em outubro do ano passado.

 

No elenco, Cláudia Bengtson, Sayô Bracks, Renata Varchavsky, Jaqueline Aguieiros, Adriana Fittipaldi (solista), Camilla Cavalcante e Fabiane Gomes.  

Sim, você pode dançar! - Espetáculo da Escola Luciana Bim de Pilates, Corpo e Dança, com participação do grupo de Ballet Adulto Bailarinas Por que Não?!

Dia 8 de julho de 2017, sábado, às 20h, no Teatro La Salle, na 906 Sul

Ingressos antecipados na secretaria da Escola, na 102 Sul, bloco A, piso superior a R$ 30,00 (meia entrada, ou mediante a doação de um pacote de fraldas geriátricas), ou a R$ 40,00 (também a meia entrada) na bilheteria do Teatro.

Ballet com uma pitada de ousadia...

Se você tem nível intermediário de ballet, sonha em voltar a dançar, mas gostaria de experimentar algo novo, com mais liberdade de movimentos, então você não pode deixar de conhecer o Neoballet.

 

A técnica, assinada pela professora e coreógrafa Adriana Palowa, que tem mais de trinta anos de experiência em sala de aula, mistura o clássico, o moderno e o neoclássico. 

 

A primeira aula de Neoballet será aberta a interessados. As inscrições podem ser feitas pelo email: secretaria@bailarinasporquenao.com.

 

O curso só terá início no mês de maio e as aulas serão oferecidas sempre aos sábados, das 11h às 12h30. 

Celebração no Palco

Contagem regressiva! O projeto Bailarinas Por que Não?! comemora seu primeiro ano de vida com o espetáculo amador BALLERINANDO, que acontece às 21h da próxima sexta-feira (28), no Teatro da Escola Parque 308 Sul.

Com coreografias assinadas por Adriana Palowa e direção de Adriana Palowa e Cláudia Bengtson, o espetáculo reúne mulheres em diferentes fases da vida; algumas jamais pisaram no palco; outras começaram a dançar na infância. Tem ainda aquelas que resolveram realizar o sonho de ser bailarina na idade adulta e as que voltaram a dançar depois de anos de afastamento das salas de aula. São mães, esposas, estudantes e trabalhadoras com uma paixão em comum: a dança.

O espetáculo traz trechos adaptados de clássicos do ballet; coreografias de neoclássico, jazz e lyrical jazz, e conta com a participação de grupos convidados.

Mais que um espetáculo, BALLERINANDO é uma celebração à vida e a tudo de bom que ela tem a oferecer nas suas diferentes etapas; é a prova de que nunca é tarde para aprender e crescer.

BALLERINANDO – dia 28 de outubro, sexta-feira, às 21h, no Teatro da Escola Parque 308 Sul. Ingressos a R$ 30,00 (a meia) à venda na Encantos do Ballet do Fashion Mall da EQS 302/303, a loja que apoia o ballet local. Doadores de um produto de limpeza também pagam meia.

Noites de Gala

O Grupo de Dança Bailarinas Por que Não?! já acertou sua participação no espetáculo 2e Gala Elégance, que vai reunir em São Paulo escolas e grupos de dança de todo país. O espetáculo terá duas sessões: 19 e 20 de novembro deste ano, no Teatro Brigadeiro.

 

Segundo a a idealizadora do projeto, Karen Ribeiro (foto), “a Gala não tem caráter competitivo; o que se busca é incentivar a união dos dançarinos e a divulgação da arte, como uma atividade que pode ser benéfica e prazerosa para todas as pessoas. Além disso, a mostra também é uma oportunidade para que os profissionais e estudantes da área possam trocar experiências entre si.”

 

Dançar é preciso...

A idade é coisa que está na sua cabeça! Se você não se importa com ela, ela não importa. Recente montagem do musical “Gotta Dance”em Chicago(EUA) é prova disso. Bailarinos acima dos 60 subiram ao palco e provaram que o prazer de dançar vai muito além dos limites impostos pelo tempo. A temporada aconteceu entre dezembro/15 e janeiro deste ano.

 

No elenco, nomes como o da grande atriz, bailarina e ativista norte-americana, Stefanie Powers, estrela da série “Casal 20” (1979 e 1984); Andre De Shields, ator e coreógrafo que atuou em diversos musicais,e Georgia Engel (da série Mary Tyler Moore).

 

O espetáculo deve voltar ao cartaz entre setembro e outubro deste ano, desta vez, em Nova Iorque.

 

Ballet no Municipal

O Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro abre sua temporada este ano com o espetáculo Apoteose da Dança, que reúne duas coreografias: Age of Innocence e Sétima Sinfonia.

Com música de Philip Glasse e Thomas Newman, e coreografia criada por Edwaard Liang em 2008, Age of Innocence leva ao palco uma obra contemporânea baseada no romance escrito por Edit Wharton. Trata-se da história de uma mulher que vê suas relações limitadas, em especial as com os homens, por não ter voz própria.

Sétima Sinfonia, coreografia do alemão Uwe Scholz de 1999 para a Sétima Sinfonia de Beethoven, cria formas geométricas com a movimentação intensa de 16 casais de bailarinos vestidos de branco, que entram e saem de cena.

Nos dias 12, 16, 17, 19, 23 e 24 de março, às 20h; e nos dias 13 e 20 de março, às 17h.  Com a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal.

CONECTE-SE

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • Twitter Clean

CADASTRE-SE

INFORMAÇÕES?

 

secretaria@bailarinasporquenao.com

WhatsApp: (61) 98299 3402

 

Bailarinas Por que Não?! - SHCS Quadra 503, Bloco B, Loja 25 - 70331-520, Brasília-DF